Incomodos, Observações do cotidiano, Uncategorized

Meta-morfose


Às vésperas de completar 50 anos, tenho feito um exercício longo, penoso mas necessário de desapego. Desapegar-me de coisas, pessoas e situações passadas sem que deixem vestígios ou ressentimentos. Ser uma metamorfose ambulante te renova a cada dia, mas sempre o pensamento linear te espreita para cochichar com força que se perdeu tempo. Junto com ele vem o sentimento de culpa. Ou o ressentimento por coisas que a gente se esquece de dizer no momento certo.

fotopai cópia2

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s